WHATSAPP: (71)9 9607-8090 OU (33)9 99952-2554

E-MAIL: ITAPEBINOTICIAS2016@GMAIL.COM


Cidades

CIDADES

PREFEITO AFASTADO SOFRE MAIS UMA DERROTA; DESTA VEZ FOI INDEFERIDO O AGRAVO

quinta-feira, 5 de maio de 2016

/ Por: ITAPEBINOTICIAS.COM / WHAT (73)9 8203-7072

NOVELA  NA POLITICA DE ITAPEBI - 3 CAPITULO
Arnaldo Freire Franco, Relator Convocado negou na manhã desta quinta-feira, 05, efeito suspensivo no agravo da liminar cautelar que afastou o prefeito de Itapebi, Francisco Brito, município localizado no extremo sul baiano.

Leia integra da decisão:

Decisão agravada datada de 27.04.2016 e agravo de instrumento interposto em 28.04.2016. Mostram os autos que o agravado ajuizou ação civil pública em face do agravante com base nos processos nº 08608-14 e nº 08319-15, do Tribunal de Contas do Estado, em razão dos quais a prestação de contas do gestor municipal de Itapebi dos anos de 2013 e 2014 foi desaprovada, dadas as irregularidades verificadas principalmente na aplicação das verbas destinadas à área de educação. O Juízo de origem, considerando fortes os indícios de prática de atos atentatórios à lisura da instrução processual, deferiu a liminar pleiteada pelo agravado, determinando o afastamento do agravante do cargo de Prefeito pelo prazo de 120 (cento e vinte) dias.



A medida encontra amparo no art. 20, parágrafo único, da Lei nº 8.429/92, no art. 300, §2º, do CPC/2015 e no conteúdo dos depoimentos colhidos pelo agravado, os quais relatam a oferta de vantagens indevidas pelo agravante a alguns vereadores do Município de Itapebi, a ocorrência de intimidações e perseguição a familiares dos edis, com demissões, exonerações, transferência de lotação e atraso de pagamento, atos praticados, aparentemente, com o intuito de impedir ou influenciar os depoimentos judiciais daqueles agentes políticos. Por sua vez, não cuidou o agravante de apresentar qualquer elemento capaz de desautorizar as conclusões esposadas pelo Juízo a quo, nada havendo nos autos que desnature os depoimentos colhidos pelo agravado ou demonstre, ainda que de forma indiciária, o alegado equívoco perpetrado pela decisão recorrida.

Não é demais ressaltar, por fim, o entendimento esposado pela Exma. Sra. Desa. Presidente deste Tribunal de Justiça nos autos da Suspensão de Liminar nº 0008029-68.2016.8.05.0000, no bojo da qual restou indeferido o pedido de suspensão da liminar aqui agravada. Ante o exposto, indefiro o efeito suspensivo. 
Arnaldo Freire Franco 
Relator Convocado 

Desta forma, mais uma vez, o prefeito Francisco Antonio de Brito Filho e seus aliados foram derrotados nas instâncias  das esferas do TJ-BA. Diante do exposto o que resta aos “derrotados” é somente recorrer em Brasília


FONTE: ITAPEBIACONTECE

Nenhum comentário

Postar um comentário

Mais
© Imprensa
Itapebi Noticias Todos os direitos reservados.