Cidades

CIDADES

Anaildo Colônia precisa denunciar a rádio onde trabalha, 98FM, por suspeita de lavagem de dinheiro e crimes trabalhistas

quarta-feira, 22 de junho de 2016

/ Por: ITAPEBINOTICIAS.COM / WHAT (73)9 8203-7072

Prestes a ser fechada, com todos os bens penhorados, a emissora funciona sem um responsável jurídico legal; sem uma conta bancária no CNPJ da Fundação Aracy Pinto (dona da concessão pública); não assina carteira de trabalho dos funcionários (mesmo assim eles vestem farda da emissora); não paga indenizações trabalhistas; deve uma fortuna em multas e execuções judiciais. E os donos seguem se apresentando a sociedade como políticos preocupados com a coletividade.
Ministério Público Federal precisa abrir inquérito para apurar para onde vai o dinheiro que deveria ir para o INSS (previdência e aposentadoria), FGTS, seguro-desemprego e PIS dos funcionários, entre outras obrigações sonegadas.
PATROCINADORES VÃO PAGAR A CONTA - Agora, a Justiça começou a executar as cobranças descontando direto do pagamento dos patrocinadores que veiculam comerciais na emissora, como a Veracel, por exemplo. É preciso investigar se o dinheiro que circula na 98FM, inclusive os pagos por entidades religiosas, prefeituras e partidos, vai direto para a conta pessoal  ou da empresa , a CIC, ou ainda uma terceira conta laranja ocultada. 
Em vez de perder tempo se queixando de colegas que estão lhe dando resposta a altura da sua ignorância, o locutor da rádio 98FM e candidato a vereador Anaildo Colônia devia denunciar à Justiça os crimes supostamente cometidos pelos patrões dele Paulo Dapé e Cordélia Torres.
EQUIPAMENTOS PENHORADOS – Anaildo sabe que a 98FM está com todos os equipamentos penhorados por desdenhar da Justiça e confiar nos políticos que impedem que a emissora se enquadre na lei. Estão penhorados: antena, transmissor, mesa de som, estúdio, computadores e que dentro de um mês ou pouco mais tudo vai a leilão. Dapé, certamente, está contando com a ajuda dos padrinhos políticos, mas dificilmente algum político vai querer carimbar seu nome nesse crime intolerável.Chegou a hora do Sindicatos dos Radialiostas se manifestar, da imprensa regional, da sociedade civil organizada.
É intolerável que uma emissora de rádio, concessão pública, ser usada de forma criminosa, desrespeitar direitos trabalhistas, sonegando informações fiscais, não cumprindo decisões judiciais, praticando outros crimes como calúnia, difamação e assédio profissional, enquanto a sociedade trabalha, paga impostos, cumpre as obrigações trabalhistas e fiscais. o tempo de Eunápolis refém de Paulo Dapé tem de acabar.  
FONTE: BAHIA40GRAUS 

Nenhum comentário

Postar um comentário

Mais
© Imprensa
Itapebi Noticias Todos os direitos reservados.