Pai matou filhos com golpes de marreta antes de jogá-los pela janela no Rio

Quatro pessoas de uma mesma família foram encontradas mortas, na manhã desta segunda-feira, no Condomínio Pedra de Itaúna, na Avenida Prefeito Dulcídio Cardoso, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio.

O administrador Nabor Coutinho de Oliveira, 43 anos, matou os dois filhos, Henrique, de 10 anos, e Arthur, de 7, com golpes de marreta antes de joga-los pela janela do apartamento , no 18º andar do prédio de um condomínio na Barra da Tijuca. A informação é do jornal 'O Globo'. O crime aconteceu na manhã desta segunda-feira (29). Antes de matar os filhos, Nabor assassinou a esposa, Laís Khouri, 48 anos, a facadas no pescoço enquanto ela dormia. Após cometer os assassinatos, ele pulou da janela do apartamento e morreu.

Os corpos das crianças e de Nabor foram encontrados na área da piscina. Uma equipe da polícia técnica realizou a perícia no local. A polícia também está captando imagens de câmeras de segurança para tentar entender a dinâmica de como o caso aconteceu. 
Segundo informações do jornal 'Extra', a polícia encontrou uma carta no apartamento que teria sido escrita pelo administrador. Nela, Nabor relata problemas financeiros e essa teria sido parte da justificativa para ele cometer o crime.

 Carta
No apartamento foi recolhida uma carta que teria sido escrita por Nabor. Nela, são relatados problemas no trabalho e financeiros. Em um trecho, é citada uma incerteza em relação ao plano de saúde. A carta foi encaminhada para perícia, que determinará se a letra é mesmo de Nabor.
"Me preocupa muito deixar minha família na mão. Sempre coloquei eles à frente de tudo ante essa decisão arriscada para ganhar mais. Mas está claro para mim que está insustentável e não vou conseguir levar adiante. Não vamos ter mais renda e não vou ter como sustentar a família".
"Sinto um desgosto profundo por ter falhado com tanta força, por deixar todos na mão. Mas melhor acabar com tudo isso logo e evitar o sofrimento de todos".
"Ainda não conseguimos contratar o novo plano de saúde. (...) Com o histórico médico de Láis e de Arthur, será que aprovam? Será que não vai ficar super caro?".

FONTE: JORNAL DA GLOBO

0 comentários for �Pai matou filhos com golpes de marreta antes de jogá-los pela janela no Rio�

Comentário

TV NOTICIAS NEWS EXCLUSIVIDADE

FACEBOOK

Destaque