Pais e alunos sofrem com falta de transporte escolar em Itabela e procuram o Ministério Público.

Moradores da região conhecida Geovane Conrado, em Itabela, a 20 km do centro da cidade, na estrada que liga Itabela a Barra Nova, interior de Guaratinga, têm sofrido com a falta de transporte público no município. A situação para os pais de alunos é desesperador, que para garantir a educação dos filhos procuram a justiça.


São muitas as reclamações já feitas aos órgãos públicos e até então nada foi feito. A Claudineia Reis, que trabalha como dona do lar, contou a reportagem do Giro de Noticias que é difícil a situação, os dois filhos um menino de 11 anos e uma menina de 6, completam uma semana sem vir a escola e devido esta falta constante de escolar e outras por paralização ocorridas nos últimos dias a nota do boletim  da filha caiu muito em relação ao 1º semestre.
“ O meus filhos estudam no período da tarde como os demais alunos da região, são mais de 28 alunos no total sem vir a escola e ninguém dar uma posição, procuramos a secretaria de educação que relator que o transporte e de responsabilidade de uma empresa a qual não sabemos o nome nem o endereço, enquanto isso as crianças estão sendo penalizadas sem o escolar para vir a escola, queremos justiça”, relatou.
O secretário de Educação, Paulo Carvalho, foi procurado novamente na manha desta segunda-feira 15 de agosto, ele disse esta resolvendo o impasse  junto a empresa, enquanto isso, as mães foram delegacia de policia civil registrar uma ocorrência, não só pelo falta do transporte e sim pela péssimas condições dos veículos, o que oferece rico devida as crianças delas e de outras localidades na mesma situação.
Outras duas mães, Marilene dos Santos, que é mãe uma criança de 10 anos e outra mãe Maria Marcia Babosa, mãe de um menino de 13 anos, também estiveram na redação do  Giro de Noticias, as reclamações são as mesma, falta do transporte e as péssimas condições dos veiculo.
FONTE: GIRO DE NOTICIAS

0 comentários for �Pais e alunos sofrem com falta de transporte escolar em Itabela e procuram o Ministério Público.�

Comentário

TV NOTICIAS NEWS EXCLUSIVIDADE

FACEBOOK

Destaque