WHATSAPP: (71)9 9607-8090 OU (33)9 99952-2554

E-MAIL: ITAPEBINOTICIAS2016@GMAIL.COM


Cidades

CIDADES

EUNÁPOLIS – O DIA EM QUE UMA CIDADE SE CURVOU PARA OS SENHORES DO CRIME

quarta-feira, 7 de março de 2018

/ Por: Itapebinoticias,com
Terça-feira tensa em Eunápolis, extremo sul da Bahia, sobrando comentários em todos os cantos da cidade, sobre ação dos criminosos que explodiram prédio da Prosegur, localizado na Rua Dr. Gravatá, 96B, região central da cidade.

Os bandidos explodiram grande quantidade de dinamite, o suficiente para destruir praticamente toda a frente da empresa, além de causar sérios danos a vários imóveis localizados na área. Os prejuízos ainda não foram contabilizados.

A partir da meia noite da fatídica terça-feira, 06/03/2018, dezenas de elementos causaram pânico generalizado, fazendo disparos de armas pesadas, sitiando as polícias com queima de automóveis na frente das instalações policiais e bloqueando estradas. Durante o ato criminoso, o segurança herói, Elivar Nadier Sobrinho trocou tiros com os marginais e acabou atingido mortalmente. Outros colegas dele ficaram feridos com as explosões e dois estão em estado grave. A cidade foi literalmente sitiada. Tiros foram ouvidos por quase todos os lados e as pessoas em pânico, se trancavam em casa, sem a menor idéia do que estava acontecendo. Tentamos várias vezes ligar para os órgãos públicos de segurança, mas não conseguíamos completar as ligações. Aproximadamente às 1:10 hs da madrugada, um tenso e sepulcral silêncio pairou no ar e as pessoas temerosas e movidas pela curiosidade peculiar aos seres humanos, começaram a se mover pelas ruas, como bichos assustados,  em direção à área de conflito, em busca de respostas. Quando amanheceu o dia, foi possível ver os estragos. Lojas e casas danificadas pela expansão das explosões. A carreta usada para bloquear a BR-101, próximo ao bairro Urbis I havia sido removida para o acostamento e o motorista jovem e assustado, relatava suas desventuras e medo ao ser seqüestrado e largado depois da ponte do Rio Buranhém. Aquela seria a sua primeira viagem pela empresa que o contratara.

Durante toda a terça-feira, a área permaneceu bloqueada pela polícia. No período da tarde, policiais militares da companhia anti bombas do Batalhão de Operações Especiais (Bope), deslocados de Salvador, neutralizaram 30 kg de explosivos deixados pelos criminosos.

Alguns veículos usados pelos elementos foram abandonados entre os municípios de Santa Cruz Cabrália e Belmonte, com capas verdes de um tipo de tecido sobre a lataria, para dificultar a localização por via aérea e deverão passar por perícia técnica em busca de impressões digitais que possam levar ao reconhecimento dos bandidos.

Os meliantes deram com os burros n’água, pois, segundo informações, eles só conseguiram levar os valores que estavam sendo contabilizados na tesouraria. O cofre, onde estava todo o conteúdo imaginado pelos assaltantes, conta com um sistema de segurança que não foi violado.

Em relação a esse ataque, imagina-se que tenha sido uma ação muito bem estudada em todos os detalhes pelos senhores do crime.

Nas estradas que dão acesso a Barrolândia, foram jogados grande quantidade de “miguelitos” para furar pneus de quem por ventura resolvesse persegui-los. Especula-se que o grupo tenha se dividido durante a fuga, pela BR-101, zona rural ou até mesmo pelo mar.

Circula informações de que eles tinham um local em Eunápolis, onde realizaram treinamentos e estocavam equipamentos.

Esse é um bom momento para que as autoridades políticas, civis e militares parem para pensar sobre suas capacidades administrativas em relação à segurança de uma cidade plena de desenvolvimento e lotadas de pessoas com sede de vida.

Fonte: Bocão64

Nenhum comentário

Postar um comentário

Mais
© Imprensa
Itapebi Noticias Todos os direitos reservados.