Mulheres são acusadas de matar o irmão no leito de hospital

domingo, 27 de outubro de 2019

/ Por: REDAÇÃO
   Acusadas atribuem crime a ‘visão’ divina.
FOTO/REPRODUZIDA
Zelita Pereira Neves, 32, e Marliete Pereira Neves, 41, são acusadas de matar o irmão Almiro Pereira Neves, 43, que estava internado no Hospital Regional de Guanambi. O fato ocorreu na noite de sexta-feira (25).

De acordo com a polícia, as mulheres desligaram os aparelhos que mantinham o irmão vivo, após invadir a enfermaria da unidade. Segundo o portal Vilson Nunes, quando a enfermeira de plantão entrou, Zelita esmurrava o tórax da vítima, enquanto a Marliete segurava sua cabeça. Uma testemunha confirmou a versão apresentada pela enfermeira, diz o site.

Antes da invasão, as irmãs estariam orando na parte interna do hospital em companhia de um pastor, que não foi identificado. “Neste momento, as evangélicas teriam tido uma “visão” e, conforme as irmãs acusadas afirmaram à guarnição da PM, o referido pastor foi quem teria ordenado o desligamento dos aparelhos”, revela o portal.

Neste sábado (26), as irmãs foram presas e um terceiro irmão da vítima foi levado a delegacia na condição de testemunha.

FONTE/BLITZCONQUISTA

Nenhum comentário

Postar um comentário

Mais
© Imprensa
Itapebi Noticias Todos os direitos reservados.