Policial

POLICIA

Itapebi

ITAPEBI

Esporte

ESPORTE

Brasil

BRASIL

Mundo

MUNDO

VIDEOS

VIDEOS

Obras

OBRAS

Macajuba: o jogo político lá tem tempero macabro, um assassinato

Nenhum comentário
ITAPEBINOTICIAS.COM

FOTO: REPRODUZIDA

Macajuba, um município grande em território (700 quilômetros quadrados), onde mora pouca gente (11,4 mil pessoas segundo o IBGE), é palco de uma história interessante. E já que a pauta é eleição municipal, algo que mexe com os quatro cantos do país, das capitais aos cafundós, vamos dar uma olhada por aí, começando por lá.

Fernão Dias estava no quinto mandato de prefeito, protagonizando um mando de mais de 30 anos, desde os tempos do antigo PMDB, seu único partido a vida toda, quando de repente foi brutalmente assassinado após ter desapropriado um imóvel que o dono não gostou (o autor foi preso e condenado).

Viúva em cena

Em 2016, o grupo resolveu candidatar a viúva, Mary Dias, uma dona de casa que nunca pensou nisso. E ela só aceitou com uma condição: se o filho, Murilo, fosse o vice. Toparam. Ganhou apertado, 3.570 votos contra 3.387 de Luciano de Noé (PSD).

No governo de Mary, desde o início, todos diziam, quem mandava era Murilo. Em 2 de março deste ano ela renunciou, e agora o prefeito também de direito é quem vai para a reeleição,

Everaldo Macedo, vereador do PT, adversário dos Dias, diz que os opositores lá sempre pregaram a renovação.

— Infelizmente aconteceu o assassinato do prefeito que mudou o curso da história. A comoção foi muito grande e isso influenciou.

E agora, os Dias caem? Caso a conferir em novembro.

FONTE: BAHIA.BA

Jeremoabo: assessor do prefeito ameaça dar tiro em radialista

Nenhum comentário
ITAPEBINOTICIAS.COM

FOTO: REPRODUZIDA

Traga ele sexta-feira, pra eu matar você e ele! Eu vou atirar na sua cara e na dele! Você vai ver o que é homem!'

Levi Vasconcelos

O jornalista Ernesto Marques, presidente da Associação Bahiana de Imprensa (ABI), se diz horrorizado com a atitude do advogado Antonio Jadson do Nascimento, chefe de gabinete do prefeito de Jeremoabo, Deri de Paloma (PP), candidato à reeleição, em relação ao jornalista Chico Sabe Tudo, de Paulo Afonso.

Está tudo gravado, entregue à polícia. Numa das gravações, ele fala explicitamente:

— Beto do Caju, aqui quem fala é Dr. Jadson. Você não diz que é homem?! Você não diz que é homem?! Traga ele, peste! Traga ele sexta-feira, pra eu matar você e ele! Eu vou atirar na sua cara e na dele! Você vai ver o que é homem!

Ernesto diz que levou o que chamou de ‘selvageria’ para as autoridades.

FONTE: BAHIA.BA

O que faz um prefeito? Entenda a função do Poder Executivo nas cidades

Nenhum comentário
ITAPEBINOTICIAS.COM

FOTO: REPRODUZIDA DO GOOGLE

Por DANIELE FRANCO

Você provavelmente já sabe que um dos cargos que as eleições deste ano vão escolher é o de prefeito. Mas qual é exatamente a função de um prefeito? O que faz um prefeito?

A pessoa eleita para a prefeitura de uma cidade se torna chefe do poder executivo municipal. Na prática, isso quer dizer que ela será responsável por gerir a cidade aplicando recursos arrecadados dos impostos pagos pelos cidadãos.

A função do prefeito no governo conjunto

O prefeito normalmente é mais visto na administração de uma cidade, mas ele não governa sozinho.

A administração municipal funciona através do diálogo entre o prefeito e os vereadores. Se o prefeito quer algo que os vereadores não querem, esse desejo não se realiza. E o contrário também é verdadeiro.

É o prefeito quem sanciona leis aprovadas pelos vereadores, e pode também vetar e elaborar propostas de leis quando achar necessário. E essas propostas devem ser aprovadas pelos vereadores.

As esferas estadual e federal de governo também são muito importantes nesse processo administrativo. A atuação delas acontece por meio do repasse de verbas, que são recursos que podem custear obras, programas sociais e outras demandas principalmente de municípios menores, com menos arrecadação própria. O relacionamento com essas esferas também é papel do prefeito.

Obras e manutenção do espaço público

Também é dever do prefeito realizar obras como pavimentação de ruas, construção de prédios públicos e a manutenção de espaços comuns da cidade, como praças e parques.

A limpeza das ruas, a manutenção e expansão do saneamento básico também é de responsabilidade da prefeitura.

Algumas das outras funções do prefeito são, segundo o Tribunal Superior Eleitoral:

• Desenvolver as funções sociais da cidade e garantir o bem-estar de seus habitantes;
• Organizar os serviços públicos de interesse local;
• Proteger o patrimônio histórico-cultural do município;
• Garantir o transporte público e a organização do trânsito;
• Atender à comunidade, ouvindo suas reivindicações e anseios;
• Pavimentar ruas, preservar e construir espaços públicos, como praças e parques;
• Promover o desenvolvimento urbano e o ordenamento territorial;
• Buscar convênios, benefícios e auxílios para o município que representa;
• Apresentar projetos de lei à Câmara Municipal, além de sancionar ou vetar projetos de lei;
• Intermediar politicamente com outras esferas do poder, sempre com o intuito de beneficiar a população local;
• Zelar pelo meio ambiente, pela limpeza da cidade e pelo saneamento básico;
• Implementar e manter, em boas condições de funcionamento, postos de saúde, escolas e creches municipais, além de assumir o transporte escolar das crianças;
• Arrecadar, administrar e aplicar os impostos municipais da melhor forma;
• Planejar, comandar, coordenar e controlar, entre outras atividades relacionadas ao cargo.

O que faz um vice-prefeito?

Ao votar para prefeito, você também elege um vice-prefeito. A pessoa que ocupa esse cargo substitui o prefeito em caso de ausência temporária, para uma viagem, por exemplo, ou em caso de impedimento.

Em algumas cidades, o vice também exerce funções em secretarias municipais. Sendo assim, também é importante que você analise o vice dos candidatos ao cargo, já que eles também podem ter grande influência na administração da cidade.

Estrutura administrativa

O prefeito também escolhe quem comanda as secretarias da cidade. As secretarias são braços da prefeitura em setores importantes da administração pública, como a saúde, a educação, transporte, economia, cultura, entre outros.

A escolha desses secretários municipais é uma responsabilidade do prefeito, o que significa que ele confia naquelas pessoas e pode ser cobrado e responsabilizado em alguns casos por determinadas atitudes deles.

Quem pode se candidatar a prefeito?

Podem concorrer ao cargo cidadãos maiores de 21 anos que tenham domicílio eleitoral na cidade em questão por no mínimo seis meses contando até a data da eleição. O candidato precisa se filiar a um partido político, ter nacionalidade brasileira, ser alfabetizado, estar em dia com a Justiça Eleitoral e, para homens, apresentar certificado de reservista.

FONTE: O TEMPO

ITAPEBI: PRISÃO DE MÁRCIO CABEÇÃO CAUSA INDIGNAÇÃO EM PLENO PLEITO ELEITORAL.

Nenhum comentário
ITAPEBINOTICIAS.COM
FOTOS: BAHIANANET

A campanha política no município de Itapebi no extremo sul baiano começou com perseguição política.

Foi preso na noite de domingo (27-09) Márcio "cabeção", que segundo informações que circulam nas ruas de Itapebi, o mesmo teve um desentendimento com o prefeito do municipal que chamou a polícia para conduzir Márcio até a delegacia de Polícia Civil do município onde vai ficar custodiado até amanhã de segunda-feira (28-09).

Foi preso na noite de domingo (27-09) Márcio "cabeção", que segundo informações que circulam nas ruas de Itapebi, o mesmo teve um desentendimento com o prefeito do municipal que chamou a polícia para conduzir Márcio até a delegacia de Polícia Civil do município onde vai ficar custodiado até amanhã de segunda-feira (28-09).

Márcio faz parte de um grupo político que faz oposição ao do atual prefeito, e o que muitos 

comentam é que isso não passou de uma perseguição política.

FONTE: BAHIANANET


Propaganda eleitoral para eleições municipais está autorizada a partir deste domingo

Nenhum comentário
ITAPEBINOTICIAS.COM

Os candidatos nas eleições municipais deste ano estão autorizados a fazer a propaganda eleitoral a partir deste domingo (27). A data foi estipulada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

No último sábado (26), se esgotou o prazo para a inscrição de candidatos para a campanha deste ano. Agora, os postulantes aos Executivos e Legislativos de cada cidade podem fazer propaganda nas ruas e na internet. Já no dia 9 de outubro, terá início a propaganda eleitoral gratuita na TV e no rádio.

O primeiro turno das eleições neste ano será realizado no dia 15 de novembro. O segundo turno, por sua vez, no dia 29 de novembro.

Fonte: Bahia Notícias


Mais de duas toneladas de maconha são apreendidas dentro de carreta em Betim

Nenhum comentário
Itapebinoticias Publicado em 24/09/2020 às 09h51
FOTO: REPRODUZIDA

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu na tarde deste sábado (26) mais de duas toneladas de maconha que estavam escondidas dentro de uma carreta na rodovia Fernão Dias em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte. Carga é avaliada em R$ 2,1 milhões.

Segundo a PRF, durante uma fiscalização de rotina, o condutor do veículo Scania, com placas de Jesuítas-PR, apresentou nervosismo e relatou informações desencontradas sobre a viagem, o que motivou uma inspeção mais detalhada da carreta.

Os agentes também suspeitaram do comportamento do caminhoneiro, que não retirou totalmente a lona sobre a carroceria quando solicitado. Ao vistoriarem o interior do semi-reboque, os policiais encontraram um compartimento, onde foram localizados os 2.223 quilos da droga.

Diante da situação, o motorista, que tem 57 anos, confessou que levaria a droga de Francisco Alves-PR para Vitória-ES e que receberia a quantia de R$ 30 mil pelo transporte. A PRF encaminhou o autor e a droga para a delegacia da Polícia Federal de Belo Horizonte.

Outra apreensão

Essa foi a segunda grande apreensão de entorpecentes nas rodovias mineiras em menos de 24 horas. Nessa sexta-feira (25), a PRF apreendeu 1.540 quilos de maconha escondidos em um compartimento secreto dentro do baú de um caminhão na BR-365 em Patos de Minas, no Alto Paranaíba. 

De acordo com o órgão, somadas, essas duas apreensões chegam a um prejuízo de R$ 3,7 milhões ao crime organizado.

FONTE: O TEMPO

Municípios devem receber 650 Mi para saúde mental em função dos impactos da pandemia

Nenhum comentário
Itapebinoticias Publicado em 24/09/2020 às 09h51
FOTO: REPRODUZIDA

Com foco em amenizar os impactos causados pela pandemia da Covid-19, o Ministério da Saúde vai repassar aos municípios brasileiros R$ 650 milhões para aquisição de medicamentos para a saúde mental. Os repasses serão feitos em parcela única ao Fundo Municipal de Saúde e os valores destinados a cada localidade foram definidos com base no número de habitantes e no Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM).

A verba federal irá financiar a aquisição de medicamentos já ofertados no Sistema Único de Saúde (SUS) no âmbito do Componente Básico da Assistência Farmacêutica. Atualmente são ofertados 22 medicamentos, previstos na Relação Nacional de Medicamentos Essenciais – Rename.

“Já estamos nos preparando para o enfrentamento da quarta onda da pandemia, como é conhecida. É um adoecimento mental da sociedade, quando uma série de doenças provocadas pelas mudanças bruscas e o medo da Covid-19 geram consequências na saúde mental. Isso pode envolver situações de estresse, ansiedade, transtorno bipolar, irritação, paranoia, insônia, várias condições”, destaca o secretário de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde, Hélio Angotti Neto.

Os municípios terão de prestar contas dos medicamentos adquiridos com o repasse feito pelo Ministério da Saúde, como explica a coordenadora de Saúde Mental do Ministério da Saúde, Maria Dilma Alves Teodoro. “A comprovação do uso dos recursos é feita por meio do Relatório Anual de Gestão. Esse relatório vai incluir todo esse recurso, comprovar que ele foi utilizado para esse fim. Ele (gestor) vai apresentar esse relatório no Conselho de Saúde até 30 de março do ano que vem”, diz.


Para o especialista em Direito Constitucional, Renato Araújo, o Ministério da Saúde demorou em tomar medidas de auxílio à saúde mental. Na avaliação de Araújo, o cenário da pandemia poderia ser outro se o governo tivesse adotado ações preventivas no início da crise.

“O Governo Federal, em especial o Ministério da Saúde, tem adotado agora, de forma tardia, medidas e procedimentos de contenção à pandemia. Toda medida de enfrentamento à pandemia é bem-vinda, todavia se essas medidas tivessem sido adotadas no início, sem ceticismo, é possível que esse cenário de mortos fosse menor”, opina.

FONTE: BLITZ CONQUISTA


Bolsonaro é 'sintoma e consequência' de sociedade forjada no autoritarismo, diz juiz criminalista

Nenhum comentário
Itapebinoticias Publicado em 24/09/2020 às 09h51

FOTO: Metropress

O juiz criminal do Rio Janeiro e professor Rubens Casara lançou em junho deste ano um livro onde ele destrincha o fenômeno do bolsonarismo e como se organiza a base de apoio ao governo de Jair Bolsonaro. Em entrevista a Mário Kertész hoje (24), durante o Jornal da Metrópole no Ar da Rádio Metrópole, ele, que é autor de "Bolsonaro - O Mito e o Sintoma", afirmou que a iniciativa de escrever a obra partiu de uma avaliação do momento da sociedade.

"A vontade de escrever esse livro surgiu da necessidade de entender como nós fomos parar nesse momento histórico na qual o absurdo acabou se tornando naturalizado. Nesse sentido, a ideia do Bolsonaro não como uma causa de alguns problemas suportados pela sociedade brasileira, mas como um sintoma e consequência de uma sociedade forjada numa tradição autoritária e, ao mesmo tempo, submetido a isso que se convencionou chamar racionalidade neoliberal", declarou o magistrado.

"Esse modo de pensar e agir no mundo que se tornou hegemônico a partir da década de 80. O que eu tentei trabalhar foi, primeiro, essa natureza autoritária da sociedade brasileira e essa crença no uso da força para resolver os mais variados problemas sociais, essa incapacidade de elaborar fenômenos históricos, como a escravidão e a ditadura civil-militar instaurada em 1964 que fazem com que a gente naturalize a hierarquizações de pessoas de um lado e pense na ditadura como um período de paz, lei e ordem ou ausência de corrupção, quando na realidade não foi nada disso", acrescenta.

Rubens Casara argumenta que o livro não trata do lado pessoal de Bolsonaro e sim da representatividade do presidente para o atual momento do país. Ele comparou a situação vivida pelo Brasil em relação a outros países do mundo que também apresentam viés autoritário em seus líderes. "É um fenômeno que ocorre não só no Brasil, mas em diversas partes do mundo. A busca por um líder autoritário que vai acabar responsável por fazer aquilo que a própria pessoa se sente incapaz de fazer. A gente vive um momento histórico muito interessante do ponto de vista da análise. Vários problemas que são consequência direta do neoliberalismo, esse modo de ver e pensar o mundo, foram atribuídos não ao liberalismo, mas à democracia. Há um medo da democracia, que é também o medo de assumir a responsabilidade pelos próprios atos", aponta o autor. 

"Nesse sentido, o indivíduo passa a procurar um pai, alguém que vai agir por ele e resolver os problemas. Temos uma séria crise causada pelo neoliberalismo. Só que pessoas dessa ideologia atribuem à causa dessa crise a democracia. Daí surge esse pai forte, essa figura forte, que vai decidir por aquelas pessoas que têm medo de exercer a própria liberdade", diz.

"O que o Brasil hoje passa tem muito do que já passamos em outros momentos autoritários"

O juiz aponta ainda como a adoção de um discurso em torno de um inimigo comum facilita com que os ideais autoritários sejam instalados na sociedade. "Quando acaba o bloco comunista e vira um mero recurso retórico de líderes autoritários, a função da democracia para o detentor do poder econômico desaparece. O próprio detentor passa a ver a democracia, as regras, princípios e valores democráticos como obstáculos ao seu lucro. Muitas vezes, para respeitar a democracia, é necessário diminuir a margem de lucro do titular do poder econômico, os chamados super ricos", afirmou o escritor.

Por Matheus Simoni / METRO 1

TSE vai testar sistema de votação pela internet

Nenhum comentário
Itapebinoticias Publicado em 23/09/2020 às 09h28

FOTO: REPRODUZIDA

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vai criar um sistema para a população votar pela internet, a partir do celular, nas próximas eleições. Em edital publicado hoje (22), o tribunal chama empresas de tecnologia interessadas em apresentar modelos virtuais que poderiam ser utilizados. 

A ideia do TSE é distribuir estandes com sistemas experimentais, na votação de 15 de novembro, nas cidades de Curitiba (PR), Valparaíso de Goiás (GO) e São Paulo (SP). O sistema não vai valer para este ano, mas será um testado com a participação de eleitores selecionados, que votarão em candidatos fictícios.

A intenção do presidente do Tribunal, ministro Luís Roberto Barroso, é que haja uma forma mais moderna e barata para o processo de votação.

FONTE: METRO1

Bahia tem metade dos casos de chikungunya do Brasil; registros no estado cresceram 300%

Nenhum comentário
Itapebinoticias Publicado em 22/09/2020 às 09h16

FOTO/ REPRODUZIDA

Paralela à crise sanitária do novo coronavírus, a Bahia vive uma epidemia de Zika e Chikungunya que tem afetado pacientes de forma um pouco mais silenciosa. O estado concentra 49,6% dos casos prováveis notificados ao Ministério da Saúde até o mês de agosto de cada uma das duas doenças. 

Até o fim de maio as ocorrências de chikungunya no estado representavam 39,1% dos registrados em todo o país. O boletim mais recente do Ministério mostra crescimento nos registros, e que agora a Bahia tem metade dos casos prováveis nesse ano. 

Tanto chikungunya quanto zika são transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. Os sintomas são parecidos e incluem febre, dores intensas nas articulações, pele e olhos avermelhados, dores pelo corpo, dor de cabeça, náuseas e vômitos, coceira pelo corpo e até conjuntivite sem secreção.

Sobre a chikungunya, o Ministério da Saúde informa que até a terceira semana de agosto foram notificados 66.788 casos prováveis (taxa de incidência de 31,8 casos por 100 mil habitantes) no país. As regiões Nordeste e Sudeste apresentam as maiores taxas de incidência. Além da Bahia, chama a atenção o Espírito Santo, que concentra 19,8% do total.

Em comparação com o ano passado, a Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab) identificou crescimento de 318,7% nos casos prováveis de chikungunya. No total, 296 municípios realizaram notificação para a doença, e pelo menos 110 apresentaram incidência maior que 100 casos/100 mil habitantes.

A zika teve um número menor de notificações. O Ministério da Saúde informa que foram 5.959 até o início de agosto, e metade aconteceu na Bahia. 

De acordo com a Sesab, até 15 de setembro foram notificados 4.006 casos prováveis de Zika no estado. No mesmo período de 2019, foram 2.762, o que representa um aumento de 45%. 

Os casos de zika estão espalhados por 168 cidades baianas. Pedrão, no centro-norte baiano, tem a maior incidência: 612,5 casos para cada 100 mil habitantes. 

FONTE / AGAZETABAHIA

© Imprensa
Itapebi Noticias Todos os direitos reservados.